OLHOS:PRA TUDO VER
   


 

Na faculdade, queria pintar em tecido.
Mas meu professor queria que pintasse em tela.
Eu queria pintar com tinta para tecido.
Ele queria oleo ou acrilica. 

Tecido vermelho.
5 metros por 1,5m.
Repetição de olhos.
Tres semanas de trabalho.  
Quando acabei, disse ao professor que iria corta-lo para fazer roupa. 
Ouvi que se eu cortasse estaria acabando com um bom trabalho de arte para transforma-lo em artesania. 

Comprei mais 5 metros por 1,5m.
Pintei ele todo.
Uma semana de trabalho.
Cortei.
Costurei.
Vesti meu corpo.

Entendi que o corpo é tela. 
Nele quero pintar. 

Entendi que além de tela, esse corpo também é ferramenta. 

O corpo feminino no espaço

É atravessado pelos olhares que passam.

O corpo feminino vai pro espaço

E atravessa os olhares de volta.

 

A artista coloca seu corpo em ação. 

Enquanto tem seus olhos vendados.

PRA TUDO VER

performance

 

2018

novembro . MOSTRA PERPLEXA, CURADORIA MARCO PAULO ROLLA

setembro . GALERIA MAMA CADELA - mostra ABDZ

 

Fotografia: Walisson Queiroz

OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
press to zoom
OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
press to zoom
OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
OLHOS - PRA TUDO VER mostra perplexa . isabela solo 2018
press to zoom